Segunda, 25 de Março de 2019
   
Texto

Patrulha Maria da Penha é destaque em evento sobre o protagonismo feminino


Exposição mostra trabalhos desenvolvidos pela Patrulha Maria da Penha
 
Mulheres, guerreiras, donas de decisões. É cada vez mais significante o empoderamento das mulheres na sociedade brasileira. Em meio ao serviço desenvolvida pela Polícia Militar de Alagoas, eis que os trabalhos realizados pela Patrulha Maria da Penha surgem para dar mais segurança às vítimas da violência doméstica e familiar.
 
Justamente essas ações em prol do cumprimento das medidas protetivas estão sendo tema de uma exposição realizada na Arena do Protagonismo Feminino, espaço criado na praça Central do Maceió Shopping, em Mangabeiras, para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira (08).
 
“O pior já passou, agora está tudo bem. O que ficou foi a amizade (da Patrulha), a quem eu agradeço demais”, este é um dos sentimentos revelados por uma das vítimas assistidas pelos militares. Para a comandante da Patrulha, major Danielli Assunção, a exposição com fotografias no centro comercial é o reconhecimento da sociedade civil pelo trabalho feito.
 
“É um espaço para mostrarmos como é o nosso dia a dia em favor do cumprimento das medidas protetivas impostas pela Justiça. Para nós da Polícia Militar é de suma importância essa divulgação, pois muita gente ainda desconhece o trabalho desenvolvido. E cada vez que levamos informação, além dela ser libertadora para àquelas mulheres que tanto precisam, ela passa a ser um diferencial para a compreensão do objetivo da Patrulha”, afirmou a oficial, que também palestrou na abertura do evento na tarde dessa sexta (08).
 

Para a soldado Tâmara, o trabalho da Patrulha é gratificante
 
A Patrulha Maria da Penha foi criada após um projeto elaborado em conjunto pelo Governo do Estado de Alagoas, por meio das Secretarias Estaduais da Mulher e dos Direitos Humanos e da Segurança Pública (SSP), e pelo Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública. Diariamente, os militares realizam visitas com o objetivo de fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas deferidas e encaminhadas pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher.
 
Há quase um ano de atuação, a equipe já realizou mais de dez prisões em flagrante de indivíduos que descumpriram as decisões da Justiça. Além disso, os policiais também realizam o trabalho preventivo, como palestras, e ostensivo, como as rondas. Destas, foram registradas apreensões de uma arma de fogo e um simulacro. Tâmara Cirino é uma das soldados integrantes da patrulha, que tem acompanhado mais de setenta maceioenses.
 
“Trabalhar na Patrulha Maria da Penha é garantir que as mulheres assistidas tenham a liberdade de decidir a própria vida, sem medo. A paz e a tranquilidade para desenvolver seus projetos e dar continuidade às suas vidas de forma mais digna são fundamentais. Por isso esse trabalho é tão gratificante, resgatamos vidas”, afirmou a militar.
 
A exposição Patrulha Maria da Penha segue até o próximo domingo (10).
 

A Patrulha
 
A Patrulha Maria da Penha nasceu em 02 de abril de 2018, quando a Polícia Militar recebeu do governador Renan Filho duas viaturas e uma base, que está localizada na Central da Mulher e dos Direitos Humanos, no bairro da Jatiúca. Composta por militares que foram cedidos por diversas Unidades da Corporação, a Patrulha só chegou à Alagoas “após um olhar especial do comandante-geral em entender que essa ferramenta seria um diferencial na vida das mulheres vítimas de violência doméstica”, enfatizou a major Danielli.
 
“A Patrulha veio para suprir uma lacuna no apoio às mulheres vítimas da violência, com um apoio mais especializado. As ações de fiscalização garantem que a mulher esteja realmente protegida. Isso é feito graças também ao trabalho conjunto com as outras instituições envolvidas, é uma rede de proteção às mulheres vítimas em nosso Estado”, disse o comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio.
 

Fotografias retratam as ações da Patrulha Maria da Penha
 
Para o início da atuação, os militares passaram por treinamentos em Salvador, na Bahia, e tornaram-se multiplicadores das ações desenvolvidas. Lá, a Polícia Militar já vem desenvolvendo esse tipo de trabalho protetivo há quatro anos e se tornou referência para as demais corporações militares.
 
Nos próximos dias, os militares que ao longo dos onze meses de atuação começaram a fazer parte da Patrulha também passarão por mais capacitações. Os policiais possuem uma formação continuada sempre objetivando o aprimoramento do trabalho desenvolvido.
 

Arena do Protagonismo Feminino
 
Até o próximo domingo (10), na Arena do Protagonismo Feminino servirá como palco para bate papos sobre temas como negócios e empreendedorismo feminino, direitos da mulher, afetividade. O espaço foi criado pelo Maceió Shopping e o Sebrae para celebrar o Dia Internacional da Mulher. A programação, que conta com o apoio da OAB, é gratuita e acontece de 14h até 20h.
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

ATENÇÃO

ACESSO À INFORMAÇÃO

Banner

CONVENIO

PESQUISE NO SITE

INFORMATIVOS

Banner
Banner
Banner

DISQUE DENÚNCIA

Banner

LINK CNCG

ALAGOAS EM DADOS E INFORMAÇÕES

Banner