Terça, 25 de Junho de 2019
   
Texto

Novo aplicativo integra dados para agilizar trabalho policial em Alagoas


Lançamento do Quimera, que vai dar mais agilidade ao trabalho da PM, foi acompanhado pelo comandante-geral da Corporação, coronel Marcos Sampaio
 
As forças policiais de Alagoas receberam nesta terça-feira (9) uma nova ferramenta que deverá agilizar a atividade policial no que se refere à identificação de veículos irregulares e de suspeitos procurados pela Justiça. O aplicativo foi lançado pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Estado da Segurança Pública, Lima Junior, durante a apresentação dos dados do combate à violência em Alagoas no primeiro trimestre de 2019, no Palácio República dos Palmares.
 
Batizado de Quimera, criatura mitológica formada por partes de diversos animais, o aplicativo começou a ser formulado em outubro de 2018 e integra vários bancos de dados com informações relevantes para a atuação dos agentes de segurança. Na avaliação do governador Renan Filho, a integração desses dados deverá colaborar com o trabalho de inteligência e ao fortalecimento da estrutura e logística de combate à violência em Alagoas.
 
“É um passo importante para auxiliar o policial civil e militar, o perito oficial, no exercício do seu trabalho. Ele não será obrigado a depender de uma ligação telefônica ou de um rádio, e terá um banco de dados com todas as informações necessárias. Se ele precisar buscar a placa de um carro, pesquisar os antecedentes criminais de um cidadão, checar se aquele cidadão já deu entrada no sistema prisional ou não, ele poderá fazer tudo isso por um aplicativo no celular. Isso vai facilitar bastante a formalização dos boletins de ocorrência e aumentar a produtividade do policial. O policial trabalhando melhor e mais rápido significa mais segurança para o cidadão”, avaliou o governador.
 
De acordo com Renan Filho, alguns estados brasileiros já contam com ferramentas semelhantes no combate à criminalidade. “Esses sistemas já existem também. O que nós fizemos foi unificá-los para que o policial não precise buscar a placa de um veículo num sistema, antecedentes em outro, entrada no sistema prisional em um terceiro e fazer boletim de ocorrência em um quarto. O Quimera vai condensar essas informações, o que é muito importante para a gente seguir combatendo a violência”, observou.
 
De acordo com o chefe de Tecnologia da informação da Secretaria de Estado da Segurança Pública, major Cabral, o Quimera busca principalmente reduzir o tempo para acesso, pelos agentes de polícia, às informações que ele necessita no momento da ocorrência. “Um dos objetivos principais do Quimera é reduzir o volume de comunicação via rádio com o Centro de Operações da Segurança Pública. Ele dá flexibilidade ao policial para pesquisar informações, auxilia nas atividades operacionais e permite que o agente visualize imagens de suspeitos com agilidade, nas bases estaduais ou federais, além de poder fazer o acompanhamento das ocorrências em tempo real”, explicou Cabral.
 
O aplicativo, que será de uso restrito das forças de segurança, foi inicialmente desenvolvido na plataforma Android e em breve estará disponível para iOS. “O Quimera nasceu da necessidade de construção de vários sistemas integrados que nós começamos a elaborar no ano passado dentro do projeto Big Data, que a SSP fez em parceria com a Secretaria de Estado do Planejamento para desenvolver várias aplicações, algumas já concluídas e outras ainda a serem desenvolvidas”, lembrou Cabral.
 
Dentro do projeto Big Data, o Governo de Alagoas conduz a construção de outros aplicativos como o Reages, para o sistema socioeducativo; o Sarc, uma ferramenta avançada que utiliza várias bases de dados para relacionar pessoas, lugares e ocorrências; o CKAN, que dará mais transparência às informações da SSP, e o Alerta Celular, que permitirá ao dono de um celular furtado o bloqueio do aparelho.
 
Texto de Agência Alagoas
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

ATENÇÃO

Campanha PMAL

CONVENIO

PESQUISE NO SITE

ACESSO À INFORMAÇÃO

Banner

INFORMATIVOS

Banner
Banner
Banner

DISQUE DENÚNCIA

Banner

LINK CNCG

ALAGOAS EM DADOS E INFORMAÇÕES

Banner