Domingo, 18 de Agosto de 2019
   
Texto

Comandante-geral da PM participa de inauguração do Cisp tipo II, em Pilar


Comandante-geral da PM participa de inauguração do CISP em Pilar
 
O governador Renan Filho e o secretário de Estado da Segurança Pública, Lima Júnior, inauguraram, nesta sexta-feira (2), em Pilar, município a 36 km de Maceió, o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) do tipo II. Trata-se do segundo equipamento dentro dessa nova configuração entregue em Alagoas; o primeiro foi instalado em Teotônio Vilela, no dia 1º de maio. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, também acompanhou a inauguração.
 
Renan Filho afirmou que a instalação dos Centros Integrados, em municípios da Região Metropolitana de Maceió, criam um cinturão de proteção em torno da área mais populosa do estado. "Serão construídos outros Cisps tipo II. O próximo será na cidade de Rio Largo. Nós já temos o terreno, a licitação foi feita e eu espero - até o final de agosto - dá a ordem de serviço para, quem sabe, ainda no segundo semestre, entregar o Centro Integrado de Rio Largo para começar a fazer um cinturão de proteção na Região Metropolitana", revelou Renan Filho.
 
As unidades do tipo II surgem com a proposta de atender municípios mais populosos e que possuem localização estratégica para as ações da Segurança Pública, a exemplo de Pilar. Foram investidos na construção mais de R$ 8,4 milhões em recursos próprios do Tesouro Estadual. Situado na Rua Senhor do Bonfim, o Cisp tipo II do Pilar possui 1.340 metros quadrados e passa a abrigar as Polícias Civil e Militar, garantindo a ampliação das ações de segurança no município, além de oferecer, diuturnamente, atendimento à população.
 
Renan Filho agradeceu ao prefeito de Pilar, Renato Filho, pela cessão do terreno onde o Governo do Estado construiu o Centro Integrado. Ele afirmou que os investimentos em Segurança Pública têm mudado a realidade de Alagoas para melhor. "Hoje somos, sem dúvida, o Estado que mais reduz violência no Brasil", enfatizou.
 
Pilar chegou a ser considerado um dos municípios mais violentos do país, mas, com as medidas de segurança adotadas pelo Governo do Estado, os índices de criminalidade começaram a despencar. De janeiro a julho de 2019, o Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac) registrou apenas cinco homicídios no Pilar contra 20 ocorridos no mesmo período do ano anterior, o que representa uma redução de 75%.
 

Militares do 8º BPM atuarão no CISP de Pilar
 
"É importante frisar que o Governo tem agido com firmeza no Pilar muito antes da instalação do Cisp, com mais policiamento, mais ações de inteligência e isso tem feito com que o Pilar, juntamente com as políticas públicas do município, tenha conseguido reduzir drasticamente a criminalidade", destacou Renato Filho.
 
Ele e o governador assinaram, durante a solenidade, o convênio que autoriza a realização de um curso de treinamento para a Guarda Civil Municipal. A ideia é integrar as ações da corporação às forças policiais do Governo do Estado.
 
Localizada na Região Metropolitana, Pilar também passou a contar com o reforço da Força Tarefa. O Programa contrata os serviços dos policiais militares em dias de folga. Três novas viaturas (caminhonetes) foram entregues pelo governador durante a solenidade. "O Cisp de Pilar, sem dúvida alguma, vai potencializar as ações da Segurança Pública em toda a Região Metropolitana. Com o Centro Integrado vamos elevar, ainda mais, o nível de investigação e do policiamento ostensivo", garantiu Lima Júnior.
 

INTEGRAÇÃO
 
Os Centros Integrados de Segurança Pública concretizam a política de integração policial adotada em Alagoas desde 2015. No mesmo prédio, passam a atuar as Polícias Civil e Militar, que recebem estrutura e todos os recursos necessários para desenvolver suas atividades. No Cisp do tipo II, mais amplo, a PM possui salas destinadas aos setores de Inteligência, Planejamento de Operações, Posto de Identificação, Centro de Operações (Copom), alojamento para oficiais e praças (masculino e feminino), vestiários, sala de reuniões, reserva de armas e depósito.
 
A Polícia Civil conta com sala para o chefe de operações, cartório distrital e regional; depósito, alojamentos para delegados e agentes e sala de reuniões. A área comum possui copa, recepção, sala para confecção de Boletim de Ocorrência, auditório, depósito e refeitório.
 

Comandante-geral da PM participa da inauguração do 20º CISP
 
Os novos Centros Integrados passam a comportar até 32 presos, divididos em cinco celas para pessoas do sexo masculino, feminino e para adolescentes infratores. Nas unidades tipo I, a capacidade é para até quatro presos por cela. Assim como em Teotônio Vilela, o Cisp do Pilar é dotado de sala especial para a identificação de suspeitos, preservando a integridade das testemunhas.
 
Já estão em funcionamento 18 Centros Integrados do tipo I nos municípios de Boca da Mata, Murici, São José da Laje, São José Tapera, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Igaci, Viçosa, São Luís do Quitunde, Junqueiro, Pão de Açúcar, São Miguel dos Milagres, Mata Grande, Batalha, Major Isidoro, Messias e Campo Alegre. Somam -se a esses os Cisps do tipo II de Teotônio Vilela e Pilar, totalizando 20 unidades.
 
Fonte: Agência Alagoas
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

ATENÇÃO

Campanha PMAL

CONVENIO

PESQUISE NO SITE

ACESSO À INFORMAÇÃO

Banner

INFORMATIVOS

Banner
Banner
Banner

DISQUE DENÚNCIA

Banner

LINK CNCG

ALAGOAS EM DADOS E INFORMAÇÕES

Banner

Controladoria Geral do Estado