Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Domingo, 15 Setembro 2019 13:42
INTERIOR

Pelopes do 3º BPM registra apreensões de arma de fogo e entorpecentes em Arapiraca

Durante ações, duas pessoas são presas e levadas à Central de Polícia Civil.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Materiais ilícitos apreendidos pelo Pelopes do 3º BPM Materiais ilícitos apreendidos pelo Pelopes do 3º BPM

Em duas ações distintas nesse sábado (14), as guarnições do Pelotão de Operações Policiais Especiais (Pelopes) do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) apreenderam uma arma de fogo e uma quantidade de entorpecentes no município de Arapiraca, no Agreste de Alagoas.

O armamento foi apreendido na Rua Tereza de Albuquerque, localizada no bairro Santa Edwiges, após os militares receberem uma denúncia anônima. Com a devida autorização, a equipe realizou a busca domiciliar e acabou encontrando no telhado um revólver calibre 32 com seis munições intactas. Jadson Souza dos Santos, de 26 anos, dono do imóvel, afirmou ser proprietário também da arma, porém não tem permissão para possuí-la.

Diante da constatação, o jovem foi encaminhado à Central de Polícia, no bairro Baixão, e autuado pelo crime de Posse ilegal de arma de fogo. A ação policial contou ainda com o apoio da Rocam da unidade.

Já durante patrulhamento pelo bairro Manoel Teles, os militares avistaram dois indivíduos em atitude suspeita. Com a aproximação da viatura, a dupla empreendeu fuga adentrando numa residência. Foi feito o acompanhamento, no entanto, somente um dos suspeitos foi interceptado no interior da casa. Ele foi identificado como Wermeson dos Santos, de 18 anos.

Após a abordagem e busca domiciliar, foram apreendidas 29 pedras de crack, um aparelho celular e R$ 242,00. O jovem infrator foi então encaminhado junto à Polícia Civil e autuado pelo crime de Tráfico de entorpecentes.

 

Ameaça, desobediência e desacato

A guarnição do Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Taquarana, pertencente ao 3º BPM, prendeu Lucas José da Silva, de 25 anos, no Centro da cidade, por Ameaça, Desobediência e Desacato. A prisão ocorreu após a guarnição ter ido averiguar uma situação de perturbação do sossego alheio na Avenida Pedro Cícero.

O jovem estava usando uma aparelhagem de som em alto volume perturbando a vizinhança. No primeiro momento, o aparelho foi desligado. No entanto, após a equipe policial sair do local, Lucas começou a ameaçar de morte algumas pessoas, entre elas uma grávida e uma idosa com deficiência física e visual.

Os militares novamente se dirigiram ao local do fato, momento em que o infrator recusou ser revistado e começou a insultar a guarnição. Ele ainda tentou agredir os policiais com uma garrafa de vidro, mas foi contido graças a agilidade da equipe. Diante das situações, Lucas foi levado à Delegacia Regional de Palmeira dos Índios (5ª DRP) para a confecção do flagrante.