Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quarta, 23 Outubro 2019 09:12
CAPITAL

BOPE, BPRp e 1º BPM registram apreensão de drogas em Maceió

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Material apreendido durante as ocorrências Material apreendido durante as ocorrências

Guarnições pertencentes ao Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), efetuaram prisões por tráfico de drogas, nessa terça-feira (22), em bairros distintos de Maceió.

Na tarde, uma equipe do BOPE esteve em patrulhamento na Rua Cleto Campelo, Jacintinho, aonde veio a prender Dailson dos Santos, 23 anos; e José Emerson dos santos, 21 anos, por estarem portando aproximadamente um quilo de maconha; um revólver calibre 38, contendo seis munições; e R$ 30,00 em espécie.

A dupla foi conduzida para a Central de Flagrantes I, no Farol, sendo autuada por Associação para o Tráfico e Porte Ilegal de Arma de Fogo.

Já os militares da RP 04, lotados no BPRp, detiveram Wenderson Ariel Pereira dos Santos, 20 anos, durante a madrugada, na Rua João Farias Filho, conjunto Salvador Lyra, Tabuleiro do Martins.

Após realizar uma ronda pela região, a equipe recebeu uma informação, indicando que o suspeito estaria utilizando notas falsas na compra de alguns produtos. Em sua residência, foi encontrado R$ 178,00 em espécie, sendo que havia uma nota de R$ 100,00 aparentando ser falsa, além de 55 gramas de maconha.Wenderson foi encaminhado para a Central de Flagrantes I, onde foi constatado que se tratava de dinheiro falso, sendo posteriormente autuado por Moeda Falsa e Tráfico de Drogas.

Na segunda-feira

Os policiais da Tática II, integrantes do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), prenderam Alcidney Soares Silva, 19 anos, por estar com 180 gramas de maconha e quatro cartelas de rufinol, durante a noite da última segunda-feira (21), na Rua Largo da Paz, Vergel do Lago, parte baixa da capital.

A equipe chegou até a casa do acusado, após o recebimento de uma denúncia anônima, indicando que Alcidney estaria comercializando drogas em sua moradia. O autor foi levado para a Central de Flagrantes II, em Mangabeiras, onde foi autuado por Tráfico de Entorpecentes.