Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quarta, 23 Outubro 2019 14:32
CURSO

Vibração e compromisso marcam solenidade de encerramento do II Curso Operacional de Rotam realizado pela PMAL

Após 55 dias, dos 48 participantes que começaram as instruções, apenas 22 seguiram firmes e concluíram o II COR.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Os 22 novos Rotamzeiros adentraram ao dispositivo de formatura e realizaram demonstrações técnicas do Patrulhamento Tático Motorizado Os 22 novos Rotamzeiros adentraram ao dispositivo de formatura e realizaram demonstrações técnicas do Patrulhamento Tático Motorizado Anderson Góes

A perseverança dos bravos, com esta frase de nossa oração, destaco que nesta noite nos tornamos uma irmandade, a dos rotanzeiros do Brasil, de homens e mulheres detentores não só de um conhecimento ou de uma doutrina, mas de um ideal e de um estilo de vida; ao qual nos esmeramos e continuaremos a nos esmerar para que essa doutrina de Rotam possa ser disseminada nas corporações e em prol da sociedade”, proferiu o capitão PMAM, Castelo Branco, orador da turma durante a solenidade de encerramento do II Curso Operacional de Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam), realizada na última segunda-feira (21), na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM).

 

 

Na ocasião, sob a presidência do secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior, os 22 novos integrantes da Rotam adentraram ao dispositivo de formatura e realizaram demonstrações técnicas do Patrulhamento Tático Motorizado, simulando situações onde foram empregadas ações de abordagem tática, emboscada e choque ligeiro, arrancando aplausos dos presentes.

 

Os três primeiros colocados do curso, tenente Everaldo Bezerra, soldado Jefferson Michael e capitão Gláuber Patrick, receberam o brevê e certificados do COR, em primeiro, segundo e terceiros lugares respectivamente. Em seguida os familiares e padrinhos dos demais formandos puderam também agraciá-los com o símbolo do curso.

 

O curso com duração de quase dois meses contou com o apoio e contribuição de vários instrutores e colaboradores que foram homenageados pelos formandos. Dentre estas personalidades, ressaltamos empresários, colaboradores e oficiais da PMAL, como o secretário de Estado e  Ressocialização e Inclusão Social (SERIS), coronel Marcos Sérgio, que de forma excepcional prestou assistência diária ao curso; o comandante ds APMSAM, coronel Carlos Luna; o comandante do Grupamento Aéreo da SSP, major Mendonça, e o comandante do Policiamento da Capital (CPC) coronel Neyvaldo Amor8im.

 

O comandante-geral, coronel Marcos Sampaio, parabenizou aos concluintes e destacou a importância da qualificação da tropa para melhoria do serviço ofertado à população alagoana. “A especialização possibilita que os policiais militares adquiramo conhecimento técnicoe a segurança necessária para atuar com disciplina e senso do dever, e assim cumprir a missão de um serviço imprescindível para a sociedade organizada”, enfatizou.

 

 

O secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior, encerrou a solenidade parabenizando o idealizador do curso, tenente Grayson Samuel, destacando que o caminho para um serviço de excelência é o investimento na tropa.

Sobre o COR

 

A primeira turma do COR teve início em abril de 2016 e a sua implantação em Alagoas foi idealizada pelo tenente Grayson Samuel, da Radiopatrulha, que após realizar o II COR promovido pela Polícia Militar do Estado do Espírito Santo (PMES) apresentou a proposta ao comandante da RP na época, o tenente-coronel José Cláudio, que de imediato teve o aval do comandante-geral, hoje secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior, reafirmando o compromisso da instituição com o treinamento e capacitação continuada de seu efetivo.

 

O II COR iniciou em 28 de agosto de 2019 com 48 alunos matriculados, porém apenas 22 "Rotanzeiros", como são conhecidos em todo o país, dentre eles um militar da coirmã do Amazonas, concluíram o curso. Foram quase dois meses de intensivos treinamentos de forma continua e integral, e os alunos tiveram que abdicar do convívio com seus familiares e amigos, para conseguir o tão sonhado brevê da formação.

 

 

 

Dentre os conteúdos que foram abordados ao longo do curso constaram, entre outras disciplinas, Doutrina de Patrulhamento Tático (Rotam); Abordagem Tática; Choque Ligeiro; Tiro Tático; Patrulhamento em Áreas de Alto Risco; Balística; Bloqueio e Escolta; Noções de Artefatos Explosivos; Noções de Cinotecnia e Radiopatrulhamento Aéreo.