Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quarta, 13 Novembro 2019 16:42
ESPECIALIZAÇÃO

BOPE forma 18 policiais militares no Curso de Ações Táticas Especiais

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Edição contou inicialmente com 44 alunos, sendo cinco pertencentes às unidades coirmãs de Pernambuco e Maranhão Edição contou inicialmente com 44 alunos, sendo cinco pertencentes às unidades coirmãs de Pernambuco e Maranhão

A Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Melo (APMSAM), juntamente com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), realizou a formatura de conclusão do Curso de Ações Táticas Especiais (CATE/2019), durante a manhã dessa quarta-feira (13). A cerimônia ocorreu na sede do BOPE, localizada na Avenida Assis Chateaubriand, Pontal da Barra, parte baixa de Maceió.

O evento teve a participação do subcomandante-geral da PM, coronel Wilson da Silva; do coordenador-chefe da Assessoria militar do Palácio do Governo, coronel Elvandro Omena; do ex-comandante do BOPE, coronel RR Assis; do coronel RR Joacir, pai de um dos cateanos; do delegado Fábio Costa; do comandante do BOPE, major César Monte; além de outros militares, autoridades civis convidadas e familiares dos formandos.

O Curso de Ações Táticas Especiais tem como objetivo especializar e habilitar profissionais da área de segurança pública na melhoria das condições físicas, técnicas, táticas, psicológicas e intelectuais para atuarem no atendimento de missões complexas voltadas para o ambiente urbano.

Esta edição contou inicialmente com 44 alunos, sendo cinco pertencentes às unidades coirmãs de Pernambuco e Maranhão. Ao final, apenas 18 conseguiram concluir todas as etapas, todos passaram por instruções de intervenções táticas especiais, tiro de precisão, operações helitransportadas, patrulha urbana em local de alto risco, defesa pessoal, explosivo, entre outras.

O subcomandante-geral parabenizou os formandos e destacou o quanto se especializar é importante para a tropa e a população alagoana.

“Congratulo a todos os concluintes, pois em um curso em que iniciam 44 e apenas 18 conseguem êxito, está comprovado que não foi fácil. Para nós é uma honra poder formar homens dedicados e empenhados em se qualificar, pois tal investimento beneficia a Corporação e principalmente a sociedade, que encontrará um policial militar ainda mais capaz de superar as dificuldades encontradas na rua”, explicou Wilson da Silva.