Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Sábado, 15 Fevereiro 2020 16:53
NÃO É NÃO!

Patrulha Maria da Penha realiza campanha de conscientização no Jaraguá Folia 2020

Campanha visa conscientizar a população contra o crime de importunação sexual, muito comum durante os festejos de carnaval

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Militares da Patrulha Maria da Penha estiveram presentes no Jaraguá Folia com campanha contra a importunação sexual Militares da Patrulha Maria da Penha estiveram presentes no Jaraguá Folia com campanha contra a importunação sexual

Na noite desta sexta-feira (14), a Polícia Militar de Alagoas, através da Patrulha Maria da Penha, lançou uma campanha com o tema: “Carnaval com respeito”, no Jaraguá Folia 2020, para conscientizar os foliões que vão curtir o carnaval que precisam respeitar as outras pessoas, principalmente as mulheres, entendendo que “Não é não!”.

Com a intenção de divulgar e conscientizar as mulheres contra a violência doméstica e o assédio, a equipe da Patrulha estará distribuindo material informativo e tirando dúvidas das foliãs que brincam nas prévias carnavalescas da capital alagoana.

A ideia é justamente levar à população a refletir, combater e prevenir a violência dentro dos espaços familiares, diz a comandante da Patrulha Maria da Penha, Major Danielli Assunção.

“Muitas mulheres sofrem silenciosamente, por isso é importante ela saber que existe uma rede pronta para acolhê-la, essa mulher tem que ser encorajada a vencer os abusos domésticos e, finalmente, realizar a denúncia de seu agressor”, afirmou a oficial.

No Carnaval ou não, denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas pelos telefones 180 (Central de Atendimento à Mulher) e 190 (Polícia Militar, em caso de flagrantes). As ligações são gratuitas.

Patrulha Maria da Penha

Em Maceió, a Patrulha Maria da Penha foi implantada no dia 02 de abril de 2018. Atualmente composta por quatro guarnições, a Patrulha atua 24h por dia e em sete dias por semana e tem a sua sede localizada no Centro Especializado de atendimento à mulher em situação de violência, na Rua Dr. Augusto Cardoso, s/n, Jatiúca.

Desde a sua implantação, a Patrulha Maria da Penha tem acompanhado 260 mulheres vítimas de agressão. Nesse período, foram realizadas 30 prisões e realizadas mais de 2200 visitas fiscalizatórias às assistidas.