Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Sexta, 21 Fevereiro 2020 19:16
INTERIOR

No interior, 3º e 9º BPM registram ocorrências de tráfico de drogas

Os envolvidos nas três ações distintas foram apresentados nas delegacias das cidades

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Material estava enrolado em uma flanela Material estava enrolado em uma flanela

Na última quinta-feira (20), policiais militares do 3º e 9º Batalhões de Polícia Militar registraram em cidades do interior alagoano prisões por tráfico de drogas.

Em Arapiraca, a equipe ROCAM do 3º BPM realizava rondas pelo bairro Brasiliana quando avistou um veículo Ford Fiesta com dois indivíduos em atitudes suspeitas. Durante a abordagem e revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado, porém ao ser feito a busca veicular foi encontrado no compartimento do Air Bag, enrolado numa flanela, os seguintes materiais: 45 trouxinhas de substância análoga à cocaína, a quantia de R$ 505,00 em espécie, uma balança de precisão, um celular e várias sacolas para embalagem.

O proprietário do veículo afirmou que desconhecia a origem do material e o passageiro alegou que só estava de carona. O veículo foi apresentado na Central de Polícia de Arapiraca e os dois envolvidos na Delegacia de Palmeira dos Índios, onde ambos foram autuados por tráfico de drogas.

Já em Piranhas, no sertão de Alagoas, a equipe da Copes/Caatinga fazia rondas pelo bairro Fazendinha quando avistou um elemento na porta de uma residência, que ao perceber a presença da guarnição entrou rapidamente. Os militares realizaram a abordagem e busca pessoal sendo encontrado ao lado da porta da casa 25 papelotes de cocaína e 16 de maconha prontos pra consumo.

Ainda em Piranhas, a guarnição da Copes/Caatinga estava fazendo rondas pelo bairro Nossa Senhora da Saúde quando avistou um elemento na porta de uma residência, que ao perceber a aproximação da viatura de pronto mudou o comportamento passando a ficar inquieto.

 

 

Após a busca pessoal e do local, o suspeito espontaneamente afirmou que estava comercializando drogas ilícitas e ao ser indagado sobre onde estaria a substância ele disse que estava em um cano de PVC nas proximidades da sua residência.

Os envolvidos nas duas ocorrências foram conduzidos a Delegacia de para serem tomadas as medidas cabíveis.