Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Segunda, 06 Abril 2020 11:20
COVID-19

PM contabiliza ações na segunda semana de fiscalização na Grande Maceió

Batalhões de área e guarnições de Força Tarefa somam 261 casos de descumprimento do decreto de emergência

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +

06 04 2020covid

A Polícia Militar de Alagoas, por meio do Comando de Policiamento da Capital (CPC), divulgou os números em decorrência das ações de fiscalização realizadas durante a segunda semana de vigência do Decreto de Emergência para prevenção e enfrentamento ao coronavírus (Covid-19).
184 denúncias foram verificadas naRegião Metropolitana de Maceió entre a quinta-feira, 30 de março e o domingo, 05 de abril totalizando 261 casos de descumprimento.

A população tem contribuindo de forma significativa atendendo à orientação de permanecer em casa e evitar aglomerações, mas também encaminhando denúncias ligando para o número 190 e, assim, informando locais que estão descumprindo o que o decreto recomenda.

O trabalho, dividido nos turnos diurno e noturno, mobiliza diariamente guarnições de Serviço Ordinário e do Programa Força Tarefa. Sejam motorizadas, em motocicletas ou conjuntos (composição formada por policial e cavalo) as equipes percorrem os bairros da capital totalizando quase 450 policias por dia de serviço distribuídos entre mais de 210 guarnições ou conjuntos.  

Um média de 21 bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres foram flagrados ao longo da segunda semana contra 35 na primeira totalizando 149, destes 18 foram no domingo (05). Foi registrada uma média de três templos, igrejas e demais instituições religiosas funcionando na segunda semana, enquanto na primeira foram dois totalizando 22 atendimentos.

Cinco museus, cinemas e outros equipamentos culturais, públicos e privados foram flagrados neste ínterim. O mesmo número corresponde a quantidade de academias, clubes, centros de ginástica e estabelecimentos similares funcionando indevidamente na segunda semana.

As equipes constataram 79 lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou prestem serviços de natureza privada, sendo uma média de 11 na segunda semana contra 24 na semana anterior. Foi feito um único registro de qualquer atividade de comércio nas praias, lagoas, rios e piscinas públicas ou outros locais. Nenhum estabelecimento do tipo shoppings centers, galerias/centros comerciais e congêneres infringiu o decreto neste período.

Denúncias

O trabalho positivo de fiscalização aconteceu graças ao empenho do cidadão alagoano que também está fazendo a parte dele. A população pode continuar contribuindo para que as forças de segurança de Alagoas atuem para que comerciantes e outros setores atendam às recomendações e mantenham a quarentena, uma vez que o Decreto Governamental foi prorrogado por mais oito dias.

Por meio do Disque-Denúncia (181), as pessoas podem enviar denúncias que necessitem de averiguação, como por exemplo um estabelecimento que anunciou que irá abrir normalmente, contrariando o decreto. Já o número 190 deve ser utilizado em casos de flagrante de descumprimento, ou seja se o local proibido estiver aberto e funcionando normalmente. Em ambas situações, as informações são direcionadas ao Copom e este fará a checagem e distribuição das ocorrências para as equipes policiais que estiverem mais próximo do fato.