Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Terça, 07 Abril 2020 13:36
SOLIDARIEDADE

Militares do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças doam sangue durante ação em Maceió

Equipe do Hemoal se instalou em salas do CFAP e recebeu as doações, que servirão para reforçar o estoque do hemocentro

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Alunos soldados e demais militares do CFAP doaram sangue para reforçar estoque do Hemoal Alunos soldados e demais militares do CFAP doaram sangue para reforçar estoque do Hemoal

Um gesto de solidariedade, de doação de vida. Esse é o sentimento que têm os alunos do Curso de Formação de Praças (CFP) e os militares do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) da Polícia Militar de Alagoas, durante a ação social realizada na manhã desta terça-feira (07), na sede da unidade de ensino localizada no bairro do Trapiche da Barra, na parte baixa de Maceió.

Os militares do CFAP, que é uma das três unidades de ensino da instituição que estão com as aulas suspensas por causa da pandemia do novo coronavírus, doaram sangue para ajudar a manter o estoque do Hemocentro de Alagoas alto. Durante a pandemia, o Hemoal vem sofrendo ainda mais com a diminuição no número de doadores. Por ocasião da decretação do isolamento social, o comparecimento de voluntários ao órgão reduziu drasticamente, deixando o estoque crítico.

“Estamos com aulas suspensas e prezando pelo isolamento social, mas não paramos de pensar em formas práticas de exercer nossa cidadania. Hoje foi dia de doação de sangue para ajudar a manter o estoque do Hemoal em condição de atender a sociedade”, afirmou o comandante do CFAP, tenente-coronel Marlon Araújo.

07 04 2020 cfap1

Com o objetivo de evitar aglomerações, que segundo as autoridades em saúde podem aumentar as chances de contaminação pelo novo coronavírus, a equipe especializada do hemocentro se dirigiu até a unidade militar e transformou salas de aula em locais de doação. “Estamos literalmente nos doando em prol da sociedade”, concluiu o oficial superior.

Além do CFAP, a Academia de Polícia de Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM) e o Colégio Tiradentes (CPM) também estão com as aulas suspensas. A decisão foi tomada pela Corporação seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde, além das medidas de prevenção tomadas pelo Governo de Alagoas, e tem o objetivo de conter a propagação da doença Covid-19, causada pelo vírus SARS-CoV-2, e preservar a saúde dos alunos, instrutores e militares.

07 04 2020 cfap4

Agendamento - Para manter o estoque de sangue com uma boa quantidade, a Hemorrede Pública de Alagoas está agendando a ida dos voluntários às Unidades Maceió e Arapiraca, evitando, assim, aglomerações.

Para agendar a doação de sangue no Hemoal Arapiraca, que funciona no Laboratório Municipal, na rua Geraldo Barboza, no bairro Centro, basta ligar para o telefone 3539-8285, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

Se o voluntário desejar agendar sua doação na Unidade Trapiche do Hemoal Maceió, localizado ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE), deve ligar para 3315-2109, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h e, aos sábados, das 8h às 17h.

Além do agendamento para se candidatar à doação de sangue, o Hemoal disponibiliza o Serviço de Hemovan, onde grupos de 15 voluntários são transportados até a sede do hemocentro, através de marcação prévia

07 04 2020 cfap

Critérios para doação – Os interessados em se candidatar à doação de sangue devem ter peso igual ou superior a 50 kg, no mínimo 16 anos, além de portar um documento de identificação com foto. No caso dos menores de 18 anos, é imprescindível estar acompanhado dos pais e portando um documento de identificação oficial e original dos responsáveis.

Portaria expedida pelo Ministério da Saúde (MS) informa que, ficam impedidas de se candidatar à doação de sangue, as pessoas que tenham contraído hepatite após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas. No caso das gestantes e lactantes, é proibida a doação e, para repetir o ato, os homens devem respeitar o prazo de dois meses e as mulheres ficam impedidas durante três meses.

07 04 2020 cfap2

Os voluntários que vierem a contrair o novo coronavírus ficarão impedidos de doar sangue por 30 dias após a cura. O impedimento momentâneo foi determinado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS), que adotou a medida como precaução, uma vez que não está comprovado que o novo coronavírus é transmitido pelo sangue. Os que tiveram contato com pessoas infectadas só poderão doar sangue após 14 dias e se não apresentarem sintomas.

Com informações da Ascom Sesau