Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Sábado, 01 Agosto 2020 14:04
TECNOLOGIA

PM expande uso de Boletim Eletrônico nas unidades da Corporação

Nova funcionalidade do Quimera está sendo implantada no Bope, BPTran, BPGd, 1° e 3° BPMs

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Antes da utilização no serviço de policiamento, tropa passou por instruções sobre o uso da plataforma Antes da utilização no serviço de policiamento, tropa passou por instruções sobre o uso da plataforma

A Polícia Militar de Alagoas, por meio de seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (CPD) tem dado prosseguimento à ampliação da implantação do Boletim de Ocorrência Eletrônico através do aplicativo Quimera. Após o Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), a ferramenta e sua nova funcionalidade agora está chegando a mais cinco unidades operacionais.

Nesta etapa o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Batalhão de Polícia de Guardas (BPGd), 1° Batalhão de Polícia Militar (BPM) e 3° BPM estão sendo contemplados. A partir deste sábado (1º) e pelos próximos 15 dias, o efetivo destes batalhões vai vivenciar o Estágio de Operacionalização – quando as guarnições já irão confeccionar os boletins de suas ocorrências utilizando o Quimera.

Antes, porém, os militares passaram por um treinamento. As instruções duraram uma semana e orientaram os usuários a acessar e utilizar o mecanismo. Tendo em vista o período pandêmico vivido em todo o mundo, as instruções assim como aconteceu no BPRp seguiu as recomendações de prevenção à saúde estabelecidas pelo Decreto de Emergência do Governo do Estado. Passada a fase de instrução, que se estendeu por toda a última semana, é chegado o Estágio de Operacionalização.

Com a mudança os boletins, ao invés de físicos, adotarão o formato digital. “Esse crescimento tecnológico se reflete em um ganho significativo no campo operacional. Outra vantagem é o reflexo nas estatísticas. A perspectiva é de que tenhamos dados ainda mais eficientes e de forma mais célere. Tudo isso deve repercutir tanto no trabalho das guarnições quanto no planejamento operacional”, salientou o chefe do CPD, tenente-coronel Paulo Eugênio.

O oficial superior também enalteceu o trabalho imprescindível do setor de planejamento (P3) de cada unidade e ressaltou ainda que a lavratura deste novo formato de boletim conta com o apoio fundamental do Copom.

O CPD tem atentado para a forma como a inovação vem sendo assimilada pelo efetivo, para isso, uma pesquisa de opinião também faz parte do processo.

Quimera

A ferramenta, que foi desenvolvida pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/AL) para dar mais agilidade nos procedimentos da atividade policial e, consequentemente, dar celeridade ao serviço prestado à população. A primeira unidade da Corporação a ter essa otimização do serviço operacional, na Capital, foi o Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp).

A tecnologia já está em uso desde 2019 nas unidades operacionais e permite aos policiais a realização de consulta de informações referentes a pessoas, veículos, celulares, pré-apresentação de guarnição, além de disponibilizar outras funções durante uma ocorrência policial, tudo isso, por meio de smarthphone. Os PMs têm a informação que necessitam em tempo hábil com o aplicativo em mãos. Com isto, o tempo de comunicação é reduzido e a rede de rádio fica sendo mais utilizada para situações emergenciais.