Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quinta, 31 Março 2022 08:11
FORÇA DA MULHER

PM de Alagoas participa de simpósio voltado à valorização das mulheres na Segurança Pública realizado na Bahia

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +

A Polícia Militar de Alagoas foi representada na última terça-feira (29), pela Tenente-coronel Danielli Assunção e também pela 1º Ten Larisse Lessa, oficiais da Patrulha Maria da Penha, no Simpósio As Forças e as Mulheres: Valorização Profissional das Mulheres do Sistema Estadual de Segurança Pública, na cidade de Salvador.

 

O Simpósio foi uma iniciativa da Superintendência de Prevenção à Violência (Sprev) da Secretaria de Segurança Pública da Bahia e objetivou contribuir com o fortalecimento, discutindo estratégias e demandas relacionadas à valorização profissional das mulheres que pertencem as quatro Forças da Segurança Pública do estado.

 

 

Foram tratados no evento temas como o pioneirismo na liderança feminina, desafios no chefiar feminino, cuidar de si para cuidar de todas e o desafio de cuidar de mulheres. O evento contou com três mesas redondas, as quais tiveram como palestrantes as Tenentes-coronéis PM Orlinda (RJ), Edhyelem (MA) e Danielli Assunção (AL), a delegada geral do Rio Grande do Norte, Ana Cláudia Saraiva, da primeira secretária de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia, Vera Lúcia Barbosa, e da capitã Fabíola Góes (SE), além da psicóloga Eliane de Jesus e a especialista em Gestão da Inovação Social, Mayra Mezzomo, representante da Arte de Viver.

 

Para a titular da Sprev,  Major Denice, “o evento foi um espaço para as mulheres em situação de chefia ou comando nas SSPs trocarem experiências, além de criar uma rede apoio, inspiração e sororidade”, explicou a Oficial.

 

 

Para a Tenente-coronel Danielli Assunção, comandante da Patrulha Maria da Penha, que participou de uma das mesas redondas, “momentos como estes são essenciais para o fortalecimento da rede nacional de combate a violência doméstica, de expor as experiências e dificuldades de cada comando e chefia em seus estados e também para debater as nossas trajetórias como policiais militares femininas”, disse a Comandante.