Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas

Guarnições do Pelopes do 3° Batalhão de Polícia Militar (3°BPM) receberam uma denúncia de descumprimento do Decreto Estadual de Distanciamento Social na noite dessa sexta-feira, na cidade de Junqueiro, agreste alagoano.

Um grupo de aproximadamente 50 pessoas estavam em um bar no posto de combustível da cidade. Além da aglomeração, o grupo estava descumprindo o decreto que restringe a circulação após as 21h00 e proíbe o funcionamento de bares e restaurantes após as 20h00, durante a semana. Os militares orientaram os presentes sobre o Decreto Estadual de nº 74.017, de 26 de abril de 2021, que trata do Plano de Distanciamento Social. Após a ação o bar foi fechado e as pessoas que estavam no local foram para as suas residências

ARAPIRACA

Mais cedo na cidade de Arapiraca, militares da Patrulha Maria da Penha, também do 3° BPM, recuperaram um celular que tinha acabado de ser roubado no bairro Boa Vista. O autor de 39 anos foi conduzido à Central de Polícia e autuado por roubo.

07 05 2021 3 BPM

Duas armas de fogo foram retiradas foram apreendidas na Região Metropolitana de Maceió durante essa sexta-feira (07). Militares da Força Tática do 1º Batalhão de Polícia Militar (1° BPM) e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) foram os responsáveis pela apreensão de um revólver e uma pistola, respectivamente.

Na capital, a Força Tática do 1° BPM recebeu uma denúncia sobre um homem vendendo drogas no Beco da Santa, no bairro da Levada. Ao chegar no local a guarnição abordou o suspeito e com ele foi encontrado um revólver calibre 22, quatro munições do mesmo calibre, 110 gramas de maconha, uma balança de precisão e sacos plásticos. O autor foi conduzido à Central de Flagrantes e foi autuado por tráfico de drogas e porte Ilegal de arma de fogo.

Em Marechal Deodoro, durante um patrulhamento ostensivo e após denúncias de uma pessoa armado na região, a guarnição de Força Tática do BPTran abordou um homem com as características do suspeito denunciado e com ele foi encontrado uma pistola 9mm, dez munições do mesmo calibre e um carregador. Os militares conduziram o autor e o material à Central de Flagrantes para que a autoridade policial adotasse os procedimentos legais.

07 05 2021 bptran

A Polícia Militar de Alagoas, através do Comando de Policiamento da Capital (CPC) realizou nesta sexta-feira (07), a Operação Nuesta Madre, na capital alagoana e nas cidades que fazem parte da área de atuação do CPC. A ação é uma homenagem a todas mães da família policial-militar e as mães do Estado.

O foco da operação é, além da segurança das rainhas alagoanas, a repressão aos crimes de roubos de veículos, cargas, furtos, tráfico de drogas, homicídios, transporte irregular, porte ilegal de arma de fogo, descumprimento de medidas sanitárias, dentre outros.

Integram a ação as equipes das seguintes Unidades Operacionais e Especializadas: 1º BPM, 4º BPM, 5º BPM, 8º BPM, BPGd, BPE, BPEsc, BPTran, RPMon, 3º CPM/Ind, 5º CPM/Ind, BOPE, BPRp e Patrulha Maria da Penha.

A Operação Nuestra Madre teve como diferencial a presença feminina. Quase todas as equipes contaram com a atuação de policiais femininas, entre oficiais e praças da corporação, sob o comando da Major Danielli Assunção, comandante da Patrulha Maria da Penha, e da Capitã Danilva Cláudia, comandante da 3ª Companhia Independente.

O comandante-geral da PM, coronel Wellington Bittencourtt, destacou a importância da presença feminina dentro da instituição como vetor de qualidade, sensibilidade e protagonismo nas ações policias.

“Falar sobre o papel das mulheres na Polícia Militar não se restringe apenas a traçar um perfil profissional, pois as funções e os labores diários são mais amplos e profundos do que imaginamos e fazem a total diferença na vida dos cidadãos, pois contribuem para o bem estar coletivo e para construção de uma sociedade mais justa e igualitária”, destacou o comandante-geral.

Sobre a dupla jornada da mãe policial ele acrescentou que mesmo depois de um dia exaustivo de trabalho árduo, zelando pela segurança da população, elas voltam para casa para cumprir outra missão. “Ser mãe e policial militar simultaneamente não é uma tarefa fácil. Além da farda existem corações que batem fora do peito, os filhos. No lar, as policiais militares retomam a rotina típica de mãe. Uma maratona de tarefas que incluem o preparo do alimento, o banho, o carinho, além do auxílio nas atividades escolares e tantas outras responsabilidades. Parabenizo a todas as mães da briosa e de Alagoas”, finalizou.

07 05 2021 nuestra madre

Homenagens

Antes do início a Polícia Militar prestou uma homenagem a algumas mulheres que têm contribuído com o trabalho da PM, dentre elas a tenente-coronel Joana Darc, as capitãs Amanda Leite e Larissa Paes e a soldado Isolda Lais, esta realizou um parto durante o serviço, bem como a uma equipe do Batalhão de Polícia de Guardas (BPGd) que, no último dia 06, atendeu uma ocorrência envolvendo maus-tratos a menores no Conjunto Village Campestre II.