Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas

Roberison Xavier

Guarnições pertencentes ao Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) participaram de uma Operação Lei Seca, em conjunto com os agentes do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL), entre a noite da última sexta-feira (23) e a madrugada de ontem (24), no bairro do Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió.

As ações ocorreram na Rua São Paulo, resultando em duas prisões por conduzir veículo automotor com a capacidade psicomotora alterada em razão do consumo de álcool. Também foram registradas duas medidas administrativas em virtude do teste de alcoolemia ter dado resultado entre 0.05 a 0.33mg/L. Um indivíduo foi conduzido para a Central de Flagrantes I, no Farol, pelo crime de Desacato.

Dez carteiras de habilitação foram recolhidas, bem como, houve a confecção de 43 Autos de Infrações por diversas irregularidades de trânsito e a remoção de um veículo.

As guarnições do Tático Rodoviário, pertencente ao Batalhão de Polícia Rodoviário (BPRv), apreenderam aproximadamente 12 quilos de entorpecentes, durante a noite dessa sexta-feira (23), em um trecho da Rodovia AL 101 Sul, pertencente ao município de Marechal Deodoro.

Os militares realizavam uma operação no Trevo do Polo, quando um motociclista desobedeceu uma ordem de parada e iniciou uma fuga. Durante o acompanhamento, os  policiais notaram que o suspeito se desfez de uma mochila. Na bolsa foram encontrados 11 tabletes, sendo cinco de cocaína e seis de maconha.

Todo material foi encaminhado para uma delegacia de Polícia Civil, onde foi apresentado. O acusado conseguiu foragir.

Mais uma Operação

Já durante a manhã do sábado (24), em um trecho da Rodovia AL 215, em Marechal Deodoro, equipes do BPRv realizaram diversas abordagens a veículos, com o objetivo de garantir a segurança na via e coibir transporte irregular de passageiros.

Ao todo foram abordados 94 veículos, além da revista em 158 pessoas. Foram confeccionados nove Autos de Infrações de Trânsito, bem como, a remoção de três veículos por apresentarem alguma irregularidade.

Guarnições pertencentes ao Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) prenderam Matheus das Dores, 23 anos, por estar com aproximadamente 60 quilos de maconha, durante a tarde da última sexta-feira (23), no bairro da Ponta Grossa, parte baixa de Maceió.

Os militares receberam uma informação, indicando que o acusado estaria comercializando drogas em sua residência, localizada na Rua Cabo Reis, fato comprovado posteriormente, com a apreensão do referido material, além de uma balança de precisão.

Matheus, juntamente com a droga, foi encaminhado para a Central de Flagrantes I, no Farol, onde foi autuado em flagrante por Tráfico de Entorpecentes.

Polícia Militar de Alagoas participa da Operação Tiradentes 2019.

As políticas de integração policial, que são responsáveis pela redução da violência em Alagoas, foram ampliadas para reforçar o combate à violência contra a mulher, seja ela praticada no ambiente doméstico, familiar ou em locais públicos. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) adotou estratégias para proteção e ampliação das ações e já contabiliza uma taxa de esclarecimentos de crimes contra a mulher de 80% em todo o estado.

 

Uma das prioridades da pasta é o combate aos crimes contra mulheres, para que desta forma haja mais segurança e, em alguns casos, para que vidas sejam poupadas. Desta forma, as Polícias Civil e Militar intensificaram estratégias e ações para combater e reprimir tais atos violentos.

 

A Polícia Civil, além de esclarecer 80% dos crimes contra a mulher, vem garantindo seus serviços 24 horas por dia nas delegacias especializadas, Centrais de Flagrante, delegacias Regionais, Distritais e nos Centros Integrados de Segurança Pública (CISP). Segundo dados da Assessoria Técnica de Estatística e Análise Criminal da Polícia Civil, desde 2015, 24 municípios de Alagoas não registram feminicídios.

 

São eles: Barra de São Miguel, Belém, Belo Monte, Boca da Mata, Campo Grande, Coité do Noia, Coqueiro Seco, Jacuípe, Japaratinga, Jequiá da Praia, Limoeiro de Anadia, Mar Vermelho, Minador do Negrão, Monteirópolis, Ouro Branco, Palestina, Pariconha, Paulo Jacinto, Pindoba, Poço das Trincheiras, Porto de Pedras, São Brás, São Miguel dos Milagres e Tanque D’Arca.

 

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, as ações executadas vêm surtindo efeito positivo, apontando que o trabalho desempenhado tem avançado no enfrentamento à violência de gênero.

 

“Os criminosos estão sendo presos, em sua maioria, dentro de 24 horas após o ato violento, conforme determinado pelo governador Renan Filho. Pedimos às mulheres que forem vítimas de violência que denunciem os agressores, seja procurando a delegacia de polícia, que está sempre pronta a receber a denúncia e iniciar a persecução criminal, seja ligando para o 181 Disque-Denúncia, denunciando a agressão e os seus agressores. A mulher precisa ter conhecimento que a Segurança Pública está à sua disposição para servi-la e protegê-la. Essa é uma marca da atual gestão”, afirmou.

 

Da mesma forma, a Polícia Militar vem atuando para combater ações violentas contra a mulher e incrementando as medidas protetivas executadas pela Patrulha Maria da Penha, que já prestou assistência a 175 mulheres vítimas de violência doméstica. Atualmente, 70 mulheres são visitadas diariamente pela Patrulha, com o intuito de assegurar o cumprimento das medidas protetivas. 

 

Há pouco mais de dois meses, o serviço, que conta com 22 policiais militares, entre homens e mulheres, passou a funcionar 24 horas por dia, sendo o primeiro do Brasil a fazer com que as vítimas se sintam protegidas e acolhidas não só durante o período diurno.

 

O objetivo agora é interiorizar o serviço, começando pela cidade de Arapiraca, e assim ampliar o serviço para coibir a violência doméstica e familiar em todo o estado.

 

Segundo a major Márcia Danielli Assunção, comandante da Patrulha, é muito satisfatório ver que um trabalho que começou pequeno está crescendo e ampliando, tendo em vista a necessidade dessa parcela da população de ser protegida.

 

“Quantos governadores pensam em ampliar dessa forma? São poucos. Rio de Janeiro, por exemplo, começou agora, São Paulo vai começar, e isso porque o Nordeste está aí dizendo que o serviço é esse. Aqui em Alagoas, é graças à percepção do nosso governador e dos gestores da Segurança Pública que estamos garantindo a proteção dessas mulheres”, afirmou.

 

Para o secretário Lima Júnior, os números comprovam que a integração policial para combater a violência contra a mulher tem dado certo. Ele também lembra que as forças de segurança seguem empenhadas na elucidação dos crimes que ocorreram e também nas prisões dos autores.

 

“É importante destacar que, além das ações das Polícias Civil e Militar, a Patrulha Maria da Penha ampliou seus serviços e passou a atuar 24 horas. Isso também fortalece a presença policial junto às mulheres que já foram vítimas de violência. Estamos prendendo aqueles que cometeram homicídios de mulheres  e deixando claro que em Alagoas não há impunidade”, disse.

Guarnições do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) participaram de uma ação da Operação Lei Seca, coordenada pelo Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL), na cidade de Maceió entre a manhã dessa segunda-feira (12) e a madrugada desta terça (13).

A ação ocorreu na Praça Dom Pedro II, no Centro da Capital. Ao todo, cinco condutores foram autuados e retirados de circulação por situação de alcoolemia, sendo que um deles foi conduzido para a delegacia por conduzir veículo automotor sob a influência de álcool após constatação através do teste do etilômetro.

Durante a operação foram confeccionados 52 Autos de Infrações por diversas irregularidades de trânsito. Também foi registrado o recolhimento de sete Carteiras Nacionais de Habilitação. Cinco condutores inabilitados foram flagrados pelas equipes.

Terça, 13 Agosto 2019 16:33

Aula Inaugural CFP 2018

Os alunos aprovados no último concurso para soldado da Polícia Militar de Alagoas (PM) e do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) foram apresentados, na manhã desta quinta-feira (28), durante a aula inaugural do Curso de Formação de Praças. A solenidade aconteceu no Ginásio do Sesi, em Maceió, e contou com a presença do governador Renan Filho.

Equipes distintas do BPE e do BPTran registraram, na última segunda-feira (12), duas prisões por tráfico de drogas na capital alagoana.

No período da manhã, equipes da Força Tática realizavam patrulhamento pela Grota do Cigano, no bairro do Jacintinho, quando avistaram um indivíduo com uma sacola em atitude suspeita. Ao abordá-lo puderam constatar que na sacola continha um pedaço, mais precisamente 270 gramas, de maconha prensada.

Gustavo Cláudio da Silva, de 26 anos, afirmou que a droga era sua e seria para comercialização, sendo de imediato detido e conduzido à Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

Já no período noturno, a ForÇA Tática do BPTran realizava patrulhamento pelo Barro Duro quando abordou um jovem em atitudes suspeitas na porta de sua residência. Com Tiago dos Santos Oliveira, de 22 anos, foram encontradas algumas bombinhas de maconha e ele acabou confessando que possuía mais entorpecente no interior da casa.

Após uma busca autorizada, os militares apreenderam 32 bombinhas de maconha, 11 comprimidos de Rohypnol, 47 g de maconha prensada e várias sacolas plásticas para embalar a droga. O jovem, que utilizava tornozeleira eletrônica, foi apresentado ao CODE para serem tomadas as medidas cabíveis.

Página 128 de 128